Um mês! Hoje faz um mês que seu coraçãozinho bateu pela última vez.
Um mês que você deixou o conforto da barriga da mamãe em silêncio, sem emitir nenhum som de choro.
Um mês que meu ventre e meus braços estão vazios.
Um mês que nossos sonhos foram interrompidas, da forma mais desumana possível.
Um mês que eu não sou mais eu e nem sei se um dia poderei voltar a ser metade do que eu era... agora sem você.
Não tem um dia, que eu não chore a sua ausência filha. Não tem um minuto que meus pensamentos não sejam seus.
Estou tentando ser forte pra continuar lutando aqui, como você foi forte pra lutar por sua vida.
Mesmo que você não esteja aqui comigo, mesmo que meus braços estejam vazios, você continua vivendo no meu coração.
E se um dia me perguntarem se tenho filhos, a resposta será “SIM”. Sou mãe de uma princesa, uma guerreira dona de uma força que é só dela, um anjinho que Deus chamou pra Si. A minha Isa!
Passe o tempo que passar, mesmo que tenha um céu de distância entre nós, continuarei sendo sua mãe, continuarei te amando incondicionalmente.