Só uma mãe de anjo entende...

Só uma mãe de anjo é capaz de compreender a mensagem e a profundidade de sentimentos que essa imagem representa.
A dor sentida durante todos os dias em que estive hospitalizada, a dor sentida nas mais de 16 horas de trabalho parto, aquela mesma dor que me fez gritar por toda uma madrugada, em nada se compara a dor que este momento da imagem representa.
Minha Isabelle desde os primeiros dias em meu ventre foi entregue e dedicada a Deus. Ela era Dele, eu apenas, cuidaria, protegeria e amaria minha filha com todas as minhas forças e com todo o meu coração, ensinando a ela o caminho correto.
Isabelle sempre foi muito mais do Senhor Deus, do que minha!
O período que minha filha esteve comigo foi muito menor do que eu poderia imaginar, mas me transformou de uma forma inexplicável, me ensinou um amor jamais vivido, jamais imaginado e sua partida deixou uma dor que jamais passará.
E é essa dor que esta imagem representa, a dor de saber que aquele pequeno serzinho, tão amado, tão desejado, tão sonhado, que despertou sentimentos tão lindos, está voltando para Deus.
Minha filha foi para os braços de Deus de uma forma muito brutal, muito dolorosa e eu fiquei aqui, com sonhos interrompidos, com o ventre e os braços vazios. Uma mãe não espera que seus filhos se vá, muito menos assim.
Dizem que com o tempo a dor passa.
Será mesmo verdade? Eu não acredito!
Acredito que com o tempo, uma mãe de anjo, aprende a conversar no presente enquanto seus pensamentos estão no passado ou no futuro não vivido. Aprende a sorrir, enquanto esconde suas lágrimas. Aprende a conviver com a dor silenciosamente pra não ser julgada.
Uma mãe de anjo aprende diariamente, enquanto sofre diariamente!
É uma dor inexplicável, é uma dor insuportável, é uma dor constante!


Imprimir   Email

Mais páginas do diário