Outro dia revi um conhecido que já não tinha contato há algum tempo. No meio da conversa ele perguntou: “Mas vocês ainda não têm nenhum bebezinho?”. Eu respondi: “Temos uma filha, que está no céu”.
Me senti muito mal depois dessa resposta, porque Isabelle se tornou anjo recentemente, mas eu não sou mãe somente da Isabelle. Eu sou mãe de 4 filhos. Três dos meus bebês ficaram comigo por muito pouco tempo, eu sequer cheguei a ouvir as batidas de seus coraçãozinhos, mas sofri muito com a partida deles. Ainda sofro e choro por não tê-los comigo.
Isabelle foi tirada de nós, de uma forma muito desumana, então o trauma foi muito maior.
Tenho quatro anjos no céu, amo os 4 da mesma maneira e sonho com o dia em que os terei em meus braços.