“Meu pai me ensinou a enfrentar meus medos e minha filha me ensinou a enfrentar a vida”
(uma família de dois)

Hoje estava assistindo a um filme e me identifiquei muito com essa frase.

Por 21 anos eu tive o melhor mestre que Deus poderia ter me dado aqui na terra. Meu exemplo, meu refúgio, meu ídolo, o meu pai.

Ele era um ser tão lindo, tão iluminado que o meu maior medo, se concretizou e mais uma vez ele me ensinou... Faz 9 anos que me ensina a viver após a perda, apesar da partida repentina e com a dor do luto.

Ano passado, dia dos pais nos trazia a esperança de um novo rumo. Com a Isabelle no forninho da mamãe, o dia dos pais voltaria a ser colorido.

E aqui estamos nós!

Eu, uma filha, sem o abraço de um pai...

Meu esposo, um pai, sem o abraço de seus filhos...

Parece triste, não é?! Com certeza não é como gostaríamos, mas sim como Deus permitiu.

E essa situação não me faz menos filha e nem a meu esposo menos pai.

Hoje temos anjos no céu, que enchem nossos corações de amor diariamente e lembranças lindas que nos trazem aquele sorriso silencioso e delicioso, de quem teve o melhor pai e os filhos mais amados deste mundo.

Que o dia de todos os filhos e pais de anjos que nos seguem aqui, tenha sido leve e cheio de amor, como o nosso foi.